Skip Navigation

Foto cortesía de Rev. Juarez Gonçalves.

A Escola de Licença para o Ministério Pastoral está sendo oferecida para todas as pessoas que não são clérigas ordenadas e que tenham recebido nomeação episcopal, que estejam em processo de nomeação episcopal, ou que estejam em processo de nomeação para pregar, dirigir o culto e desempenhar as funções de pastor/a.

Foto cortesía de Rev. Juarez Gonçalves.

Dos 16 candidatos/as, 13 são frutos dos 15 anos do ministério brasileiro da Family UMC.

Foto cortesía de Rev. Juarez Gonçalves.

A Escola de Teologia da Universidade de Boston, na pessoa da Rev. Dra. Cristian de la Rosa, Diretora do Departamento de Educação Contextual e Parcerias Comunitárias, apoiou o treinamento com suporte logístico organizando alojamentos e refeições, como também provendo espaço físico para as aulas.

Previous Next

Novo programa de educação pastoral em Português

Por Bruna Moraes *
22 setembro de 2016

Um marco na história do Ministério Brasileiro na Igreja Metodista Unida. O Seminário Teológico Garrett-Evangelical, em parceria com a Escola de Teologia da Universidade de Boston, está oferecendo um novo programa de treinamento pastoral totalmente em Português, promovido pela Junta Geral de Educação Superior e Ministério (GBHEM) e o Plano Nacional para Ministérios Hispanos/Latinos (NPHLM).

A primeira Escola de Licença para o Ministério Pastoral em português começou entre 6 e 14 de agosto com a participação de 16 brasileiros/as candidatos/as ao ministério pastoral representando três conferências anuais da Igreja Metodista Unida (IMU): a Conferência da Nova Inglaterra, a Conferência Ocidental da Carolina do Norte e a Conferência da Grande Nova Jérsei.

A Escola de Licença para o Ministério Pastoral está sendo oferecida para todas as pessoas que não são clérigas ordenadas e que tenham recebido nomeação episcopal, que estejam em processo de nomeação episcopal, ou que estejam em processo de nomeação para pregar, dirigir o culto e desempenhar as funções de pastor/a. Estas pessoas receberão licença para o ministério pastoral após cumprir oitenta horas na Escola de Licença para o Ministério Pastoral, como apresentado no livro de Disciplina da Igreja Metodista Unida, 2012, ¶315.

O Rev. Juarez Gonçalves, pastor da Family United Methodist Church – Brazilian Ministry, na Conferência da Nova Inglaterra, é um dos idealizadores desse projeto. Ele relata que o ministério brasileiro na IMU existe há 20 anos. Ao longo desses anos, missionários brasileiros têm sido enviados para servir na IMU através de parceira entre a Junta Geral de Ministérios Globais, a Igreja Metodista do Brasil, e as conferências que abrem oportunidades para o início do trabalho com brasileiros. Porém, devido ao crescimento das IMU de língua portuguesa, tornou-se necessária a formação de líderes que já fazem parte dessas comunidades. “O fato deles já estarem inseridos na cultura americana, ao contrário de um missionário que viria de fora e que levaria um tempo até se adaptar, torna o processo mais fácil. Diante dessa realidade é que nós começamos a tentar ver como seria possível trabalhar a formação dos futuros pastores e pastoras”, disse o reverendo.

A partir dessa necessidade, iniciaram-se os diálogos entre as agências metodistas para a realização desse projeto, em especial com a GBHEM e o PNMHL. O Rev. David Martinez, diretor de Programas Especializados em Educação Teológica da Junta Geral do Ensino Superior e Ministério, desempenhou um papel muito importante em conectar todas as partes necessárias para a realização da Escola de Licença e facilitar a comunicação entre elas.

Há cerca de dois anos atrás, a Escola de Teologia Perkins, um dos 13 seminários da IMU, abriu suas portas para o início da capacitação para pastor local, mas por motivos de mudança do diretor do Curso de Estudo, não foi possível a continuidade do projeto. Foi então que em julho de 2015, o Rev. Juarez entrou em contato com o Rev. Dr. Tércio Junker, que naquela ocasião tinha assumido o cargo de Diretor Regional de Curso de Estudo no Seminário Teológico Garrett-Evangelical. O Rev. Dr. Tércio relata que o curso de licenciamento para pastor local já é oferecido em espanhol, então haveria grande potencial para incorporar mais um idioma. Ele desenvolveu uma proposta do curso de licenciamento em português e obteve a aprovação da administração do Garrett, e também recebeu o apoio da GBHEM e do PNMHL.

A Escola de Teologia da Universidade de Boston, na pessoa da Rev. Dra. Cristian de la Rosa, Diretora do Departamento de Educação Contextual e Parcerias Comunitárias, apoiou o treinamento com suporte logístico organizando alojamentos e refeições, como também provendo espaço físico para as aulas. Ela esteve presente durante os dias de curso e destacou o comprometimento e o entusiasmo do grupo. A reverenda também disse “estou muito contente de ver a composição dessa classe, em termos de homens e mulheres, estou feliz de ver várias mulheres aqui. E espero que mais mulheres se envolvam nesse programa“.

Os professores, Rev. Dr. Tércio Junker e Dra. Débora Junker, deram uma visão panorâmica de todas as disciplinas durante as 80 horas do curso de licença. O Rev. Dr. Tércio ficou responsável pelas áreas de liturgia, teologia, herança metodista, missão, evangelização e pregação; enquanto que a Dra. Débora foi responsável pelas áreas de educação cristã, formação espiritual, liderança transformativa e cuidado pastoral. Participar desse momento histórico para a comunidade brasileira encheu os professores de alegria, “o fato de poder ensinar na nossa própria língua traz grande prazer e motivação (...) estar em contato com a nossa cultura através deste curso, para mim foi uma alegria muito grande” disse a Dra. Débora. O Rev. Dr. Tércio falou sobre a alegria de poder presenciar tamanha sede dos candidatos/as em aprender, “é um grupo muito participativo, bem integrado, trabalhando seriamente. Percebe-se um compromisso latente e profundo da parte dos /as estudantes com o ministério pastoral e com a Igreja Metodista.”

Dos 16 candidatos/as, 13 são frutos dos 15 anos do ministério brasileiro da Family UMC. O Rev. Juarez agradece o apoio integral que recebeu da Conferência da Nova Inglaterra, especialmente da superintendente distrital Rev. LaTrelle Miller Easterling, e também destaca o candidato Thiago Vieira como um “referencial de persistência”. Thiago Vieira é membro da IMU desde 2001 e seu chamado pastoral veio em 2003, durante todos esses anos ele persistiu na busca de capacitação mesmo em meio de muitas dificuldades. Hoje como pastor local na cidade de Worcester, lidera a Jesus Life Center UMC juntamente com sua esposa Selma Vieira.

Alexandre da Silva é da cidade de Newark, candidato da Conferência da Grande Nova Jérsei. Para ele, participar dessa capacitação é resposta de oração, pois quando ele iniciou o processo para se tornar pastor local não existia nenhuma expectativa de como ele iria fazer o curso pelo fato de não dominar o inglês nem o espanhol. Hoje ele faz parte da New Canaan UMC, na cidade de Kearny, mas já no próximo dia 21 de agosto ele assumirá como pastor local da Davis Memorial UMC, em Harrison.

Alessandra Novais, esposa de Nivan Pinto, lideram juntos a Family UMC na cidade de Springfield por cerca de três anos. Estando à frente da liderança da igreja, ela vê esse curso como essencial para seu ministério. Alessandra afirma, “estar a frente de uma igreja exige não só responsabilidade, zelo, paixão pelas almas, mas também exige de nós conhecimento”. Para ela, a notícia de ter o curso em português foi uma confirmação de Deus para que ela pudesse, através dos estudos, aperfeiçoar o chamado pastoral que ela já exerce ao longo desses anos.

Vindo de Charlotte, Carolina do Norte, Samuel Ludiger agradeceu o apoio incondicional que recebeu de sua conferência para participar do curso, “eu me senti honrado (...) na hora que eu coloquei os meus pés ali, quando eu vi meu nome no crachá, eu disse ‘uau’, realmente é verdade! Eu voltei a ver possibilidades lá em Charlotte” disse ele ao chegar na sala de aula.

O Rev. Francisco Cañas, diretor executivo do PNMHL, destacou que uma das mais recentes atribuições do Plano Nacional é auxiliar o ministério brasileiro fornecendo recursos e oportunidades para o seu desenvolvimento, “a realização da Escola de Licença é apenas a primeira de muitas outras coisas que o nosso Criador está fazendo na comunidade brasileira, sob a orientação e a liderança de nossa Igreja Metodista Unida”, enfatizou o reverendo.

O primeiro passo foi dado. A partir de agora os candidatos/as estão aptos para servir a IMU como pastores locais. Para o Rev. David, o início da primeira Escola de Licença em português é uma grande realização pois exigiu muita persistência de todas as partes, “é uma grande alegria ver o sonho da comunidade brasileira avançar com a ajuda de muitos líderes que os acompanharam em tornar esse projeto uma realidade na vida ministerial deles. Educação superior para nossos pastores é muito importante – não importa o idioma. Nós podemos fazer muitas coisas quando trabalhamos juntos em nome de Jesus”.

O Rev. Dr. Tércio ressalta a importância de que todas as partes envolvidas continuem apoiando essa iniciativa, tanto as igrejas locais, as conferências e as agências da IMU. Os candidatos/as tem mais cinco anos de capacitação pela frente e a Rev. Dra. Cristian também espera ver mais suporte financeiro das conferências anuais e das agências metodistas. “Com essa porta aberta, tenho certeza que haverá um despertamento ainda maior nas comunidades brasileiras para o chamado ministerial”, conclui o Rev. Juarez Gonçalves.

* Bruna Moraes é comunicadora do Plano Nacional para o Desenvolvimento do Ministério Hispano/Latino e colaboradora do Escritório de Comunicações Hispano/Latinas. Pode contactar ao correio: bmoraes@umcom.org